home | news

Post

Estrutura em concreto armado x Estrutura metálica: qual a melhor escolha para o seu projeto de obra?

imagem postagem
21/05/2019

Segundo a engenheira, como parte fundamental do projeto básico de um empreendimento, faz-se necessária uma análise comparativa entre custos e benefícios. Afinal, podem ser fator determinante no momento de se viabilizar ou não um orçamento.

Tem dúvidas sobre qual estrutura é melhor para a realidade do seu projeto de construção civil? Então, chegou ao conteúdo certo! Você vai entender, a seguir, as diferenças entre estrutura metálica e em concreto armado e também como fazer a escolha certa. Uma decisão que traz como benefícios, principalmente, a economia de tempo e dinheiro.

1. O que é concreto armado?

É um material formado por dois elementos: concreto e aço. Uma união que oferece vantagens como a alta resistência a compressão e a esforços de tração.

Outros pontos positivos que merecem ser destacados são a disponibilidade de material e ferramentas para a sua produção, sua impermeabilidade e resistência ao fogo. Já as desvantagens: peso próprio alto, maior tempo para a execução da obra e a demanda pela organização do canteiro de obra para a sua preparação.

Considerado um dos materiais construtivos mais utilizados em obras de infraestrutura em todo o mundo, a estrutura de concreto armado é durável e econômica. Atrai a atenção de muitos arquitetos e engenheiros porque mescla as vantagens já conhecidas do concreto e do aço para atender a diferentes projetos de construção civil. Podemos dizer, inclusive, que faz parte da cultura construtiva dos brasileiros.
Vale lembrar que o concreto pode ser produzido na obra (menos usual), usinado e moldado “in loco” ou pré-moldado.

2. E a estrutura metálica?

Como o nome entrega, é uma estrutura formada por aço. Suas principais vantagens são o peso próprio baixo, precisão dimensional e o fato de ser produzida mais rapidamente. Já as desvantagens, o elevado custo de sua obra-prima e a necessidade do aço ser tratado contra chamas e corrosão para ter maior vida útil.

De acordo com o Centro Brasileiro da Construção do Aço, 15% das edificações no Brasil são realizadas com estrutura metálica. Um material ainda pouco usado no país e que exige a contratação de mão-de-obra especializada e, consequentemente, mais cara que a de concreto armado.

3. Qual é a importância da estrutura de uma edificação?

Direto ao ponto: é a estrutura de uma obra que mantém a sustentação da edificação.

Isso sem falar que a escolha do material mais adequado influencia a durabilidade da construção, assim como o custo, segurança e partido arquitetônico (ideia que direciona todo projeto de arquitetura). Isto é, também impacta no orçamento previsto para sua execução.

4. Qual é o profissional que deve ser consultado para essa escolha?

Mesmo sendo uma decisão que pode ser tomada com o arquiteto da obra, o profissional mais indicado para embasar essa escolha é o engenheiro civil de estrutura. Uma avaliação que é ainda mais assertiva quando passa pelas mãos de especialistas em estruturas, como aqueles encontrados em empresas de engenharia consultiva.

É ele quem vai definir o tipo de estrutura a ser adotado e também dimensioná-la de acordo com o projeto em questão.

5. Diferenças entre estruturas em concreto armado e metálicas

Fizemos um breve comparativo entre os dois materiais estruturais para que tire suas próprias conclusões sobre a escolha mais vantajosa. Fique por dentro!

5.1 Administração e planejamento da obra

Uma das principais diferenças entre concreto armado e estruturas metálicas se refere à execução. Enquanto a primeira acontece predominantemente no próprio canteiro de obra, a segunda acontece em fábrica e é montada no canteiro, facilitando a logística.

Desta forma, a execução em concreto armado gera resíduos, enquanto a metálica promove um canteiro de obras mais organizado e limpo.

Já a mão-de-obra é mais barata e abundante no caso do primeiro material e mais cara e escassa no segundo. Entretanto, a construção de estruturas em concreto armado requer quantidade de recursos de mão-de-obra bem maior que o de estruturas metálicas. Além disso, erros podem ser corrigidos no caso da estrutura em concreto armado e nas metálicas devem ser nulos.

A estrutura metálica é mais indicada para estruturas de vãos maiores, a menos que se utilize concreto protendido.

Importante destacar que, para a montagem de estruturas metálicas, faz-se necessária a utilização de equipamentos de içamento, como gruas e guindastes e inspeções de fábrica, enquanto no caso do concreto o controle tecnológico.

5.2 Fundações

Em relação às fundações, a principal diferença entre os materiais é o peso estrutural. A estrutura metálica tem, em média, de 40 a 80 kg/m². Já a estrutura de concreto armado, de 250 a 350 kg/m².

5.3 Revestimentos e instalações

No que diz respeito a revestimentos e instalações, as estruturas metálicas não agem como bons isolantes térmicos e acústicos, havendo necessidade de revestimento. Ele também requer tratamento contra corrosão e contra o fogo e, portanto, manutenção. Ponto para o concreto armado!

5.4 Prazos e custos

A etapa de estruturação representa de 14% a 22% do valor da obra.

Quem trabalha com obra sabe que o tempo precisa ser muito bem aproveitado para que o custo-benefício do projeto realmente valha a pena. Nesse quesito, as estruturas metálicas saem na frente por ter um prazo menor de produção, entrega e montagem, tornando o começo do trabalho imediato, pois para o concreto precisa ser considerado o período de “cura”.

Por outro lado, trabalhar com concreto armado é contar com mais folga em relação a tempo e dinheiro. Isso porque ele é mais barato do que a estrutura metálica. 

Além disso, como o prazo é bem menor em estrutura metálica, logicamente o desembolso financeiro é mais apertado, necessitando de maiores aportes em menos tempo.

6. Então, qual é a melhor escolha?

Como você pode perceber, optar pelo concreto armado para a estrutura de uma obra de infraestrutura tende a ser, ainda, a melhor opção. Afinal, é o material mais econômico, viável e que permite a correção de imprevistos.

Entretanto a escolha deve ser efetuada caso a caso, pois existem muitas variáveis, como custo, prazo, logística, estética, partido arquitetônico, prazo, desembolso, isolamento acústico e térmico, área de canteiro e desembolso financeiro.

E, além de tudo isso, existem ainda outras opções de materiais construtivos para a estrutura como alvenaria estrutural, madeira e concreto protendido. Então, não deixe de investir em um planejamento completo e realizar diferentes orçamentos, resultantes de um projeto básico, antes de decidir qual é o material mais viável.

E você, precisa de ajuda para avaliar qual é a melhor escolha para atender às reais necessidades do seu projeto? Então, não perca tempo. Converse agora mesmo com um de nossos consultores para definir o material mais adequado para dar continuidade à sua obra e garantir economia, qualidade e segurança!

veja também

Artigos

Obras de contenção: qual melhor tipo para sua estrutura

Obras de contenção são as principais aliadas para conter a erosão do solo e trazer estabilidade para terrenos com deformidades. Tem dúvidas sobre elas? Então, chegou ao artigo certo.

Artigos

Como a engenharia consultiva pode reduzir os problemas na gestão de contrato de obras

Mesmo não sendo uma tarefa simples, a gestão de contratos de obras é essencial para aumentar a produtividade e reduzir custos na construção civil. Saiba mais.

Instagram

CONHEçA A EMPRESA

Faça o download da apresentação e portfólio da CLG